top of page

Yale® Brasil lista recomendações importantes para o dia a dia da operação



As empilhadeiras são responsáveis pelo deslocamento de grandes volumes de carga, e por isso, sempre desempenharam papel importante na indústria, parques fabris, portos, comércio, entre outros.  Com o crescimento considerável dos últimos dois anos, o setor logístico tem sido crucial para a economia, aumentando a necessidade de estoques cada vez mais verticalizados. Por isso, a Yale® Brasil desenvolveu um material para dar suporte na aquisição e manutenção de empilhadeiras Yale®, visando agilidade e otimização de espaço.

O relatório Global Payments Report 2022 estima que o comércio eletrônico no Brasil cresça em um percentual de 95% até 2025. Ainda, de acordo com pesquisa realizada pela empresa Rentail X, que analisa dados de comércio eletrônico da América Latina, o varejo digital brasileiro foi o que registrou o maior crescimento no ano de 2022, totalizando US$ 8,1 bilhões.  Com tamanha expansão, acredita-se que o número de equipamentos possa crescer na mesma proporção, exigindo ainda mais atenção e cuidado na movimentação de materiais e gerenciamento da frota. Foi pensando nisso que a Yale® Brasil disponibilizou o quadro “Dicas do Especialista” em seu canal do YouTube. Confira três delas aqui:

1 - TCO e Manutenção Preventiva 

A somatória do TCO (Custo Total de Propriedade) deve envolver o conjunto: aquisição, manutenção, reposição de peças, mão-de-obra e máquina parada. A manutenção agrega cerca de 40% ao valor da máquina, sendo os outros 60% ao valor da aquisição. Então, é importante realizar a manutenção preventiva, que ajuda na diminuição de custo e aumento da produtividade.

2 - Tipos de pneus para máquinas contrabalançadas Yale®

Cada pneu é projetado para um tipo de operação, promovendo segurança, fluidez e rentabilidade. A Yale® Brasil disponibiliza quatro tipos de pneus para os equipamentos contrabalançados, os modelos: pneumático padrão, pneumático radial, pneumático sólido (ver como está sendo mencionado no vídeo) e cushion.  A definição da melhor rodagem para sua operação deverá ser definida observando: tipos de piso, resistência a furos, temperatura e estabilidade. 

A Yale® possui uma ampla rede de distribuidores autorizados presente em todo o território nacional, que trabalha para ajudar o cliente a escolher a melhor rodagem para cada aplicação. 

3 - Entenda como calcular o corredor operacional da sua operação

O corredor operacional é a área de circulação da empilhadeira, ou seja, a menor distância necessária para que a empilhadeira consiga realizar a manobra para armazenagem, considerando folga de segurança, isso é, entrar no corredor e fazer a curva de 90 graus para depositar ou coletar a carga.

O primeiro passo para identificar a medida do corredor operacional de sua operação, é coletar a menor distância entre as duas laterais do corredor, entre pallets, cargas ou porta-pallets. Para calcular o menor corredor operacional para um equipamento, são utilizados três valores:

  • Raio de giro do equipamento;

  • Raio de giro da carga;

  • Folga, considerada para uma maior produtividade e segurança.

Nas fichas técnicas, dos equipamentos Yale®, estão disponibilizadas as informações destinadas a corredores operacionais para pallets no padrão brasileiro, sem sobreposição de cargas.

Para saber mais acesse nosso canal do YouTube e fique por dentro das Dicas do Especialista Yale® Brasil.

45 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page